A Veredas n. 32, organizada por Edma de Góis (Jornalista, doutora em Literatura pela Universidade de Brasília (UnB) e pós-doutoranda em Estudo de Linguagens na Universidade do Estado da Bahia (PNPD-CAPES/ UNEB)), reúne nove artigos que abordam, de diferentes perspetivas o tema Direitos humanos, leitura e literatura.

Sumário

Dossiê Direitos humanos, leitura e literatura

Na primavera de 2020, a Associação Internacional de Lusitanistas (AIL) foi convidada para integrar a Comissão Técnica da Linha de apoio à tradução e edição (LATE), criada nesse mesmo ano, que resulta da fusão do programa de apoio à tradução da Direção Geral do Livro, dos Aquivos e das Bibliotecas (DGLAB), que esteve ativo durante mais de 30 anos, e do programa de apoio à edição do Camões, IP.

A Comissão Técnica da LATE integra representantes da DGLAB, do Camões, IP, da Associação Portuguesa de Escritores e da Associação Internacional de Lusitanistas.

A LATE destina-se a editoras estrangeiras e nacionais e apoia a tradução e edição no estrangeiro de obras escritas em língua portuguesa por autores portugueses e por autores dos Países africanos de língua portuguesa (Angola, Moçambique Cabo Verde, São Tomé, Guiné-Bissau ) e de Timor.  

Nessa primeira edição do Programa, a Commissão Técnica elaborou uma lista de Obras referenciais da Literatura Portuguesa (http://dglab.gov.pt/late-linha-apoio-traducao-edicao/) que poderão ser privilegiadas nos projetos a serem submetidos pelas editoras candidatas.

Os resultados com a lista das obras apoiadas podem ler-se aqui: https://www.instituto-camoes.pt/images/pdfs/lista_obras_apoiadas_para_nota_site.pdf

O êxito da primeira edição do Programa LATE foi enorme como testemunham esses dados fornecidos pelo Instituto Camões e pela DGLAB:

152 projetos editoriais de editoras de 44 países vão ser apoiados, Entre as 28 línguas das diversas candidaturas, o espanhol lidera, com 42 títulos, seguido do italiano (16), do inglês (15) e do croata (nove). A par do crescimento no número de línguas europeias para que remete a maioria das candidaturas (21, com novas línguas como o albanês ou o estónio), verifica-se o aumento de línguas de outros contextos geográficos como o tailandês, o coreano ou o farsi.

As editoras de países como Itália (14 candidaturas), Espanha (9), França (7) ou Croácia (10) continuam a assumir forte presença no programa, mas verificou-se um crescimento de candidaturas de países da América Latina, como a Colômbia (8 candidaturas), o México (10) e a Argentina (oito).

A nova edição do Programa LATE recebe candidaturas até Março de 2021.

Caras e caros congressistas da AIL, caras sócias e caros sócios, caras e caros colegas,

Lembramos que o período para envio de resumos para o 13º Congresso Internacional, a realizar na Università La Sapienza de Roma de 26 a 30 de julho de 2021, está aberto até ao dia 31 de janeiro.

A Comissão Organizadora decidiu adotar o formato semionline admitindo comunicações em presença e comunicações em remoto em modalidade síncrona. Os/as congressistas que estiverem impossibilitados em estar presentes em Roma, poderão optar por apresentar a sua comunicação em formato digital em síncrono.

Após receber avaliação positiva do resumo por parte da comissão científica do Congresso, cada autor poderá finalizar a inscrição. Todas e todos as/os participantes do Congresso, com exceção das pessoas com inscrição já completada, devem confirmá-la até 1 de março de 2021. Os/as participantes com trabalhos e inscrição já aprovados antes do adiamento do congresso não precisam enviar novamente.

O site para submeter as propostas é o seguinte: https://eventosail.org/e/roma2020

A Direção da AIL

Caras e caros congressistas da AIL, caras sócias e caros sócios, caras e caros colegas,

teimando em ser otimistas e confiantes quanto ao futuro da nossa atividade científica e académica, queremos confirmar que o 13º Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas irá decorrer na Università La Sapienza de Roma de 26 a 30 de julho de 2021. Nessas datas, a Comissão Organizadora espera que seja possível contar com a presença física de todos e todas os/as participantes. Todavia, a Comissão Organizadora, em articulação com a Direção da AIL, decidiu adotar o formato semionline admitindo comunicações em presença e comunicações em remoto em modalidade síncrona. Os/as congressistas que estiverem impossibilitados em estar presentes em Roma, poderão optar por apresentar a sua comunicação em formato digital em síncrono. Não é portanto admissível o envio de vídeos gravados com a comunicação.

É possível enviar o resumo das comunicações até dia 31 de janeiro de 2021. Após receber avaliação positiva do resumo por parte da comissão científica do Congresso, cada autor poderá finalizar a inscrição.

O site para submeter as propostas é o seguinte: https://eventosail.org.

Todas e todos as/os participantes do Congresso devem confirmar sua inscrição, independentemente da opção em presença ou virtual, até 1 de março de 2021.

A Direção da AIL

Caras e caros congressistas da AIL, caras sócias e caros sócios, caras e caros colegas,

Em julho de 2020 não nos foi possível estarmos juntos em Roma para realizar o 13º Congresso Internacional da nossa Associação.

Apesar de estarmos a viver um tempo constelado de incertezas, decidimos com um gesto que tem a forma da vontade e da esperança reabrir um terceiro período de aceitação de comunicações. O nosso desejo é poder voltar a partilhar ao vivo saberes e experiências no próximo verão romano.

A Associação Internacional de Lusitanistas informa portanto que estão reabertas as inscrições para o 13º Congresso Internacional a realizar na Università La Sapienza de Roma de 26 a 30 de julho de 2021.

É possível enviar o resumo das comunicações até dia 31 de janeiro de 2021. Após receber avaliação positiva do resumo por parte da comissão científica do Congresso, cada autor poderá finalizar a inscrição.

O site para submeter as propostas é o seguinte  https://eventosail.org.

A Direção da AIL